“Finalista de prêmio internacional, Biblioteca de São Paulo quer ser espaço de convivência”

[…] -Nosso objetivo é ser um espaço para pensar o que deve ser uma biblioteca contemporânea – diz Ruprecht.

Segundo ele, a imagem das bibliotecas públicas no Brasil precisa ser renovada. Elas ainda são lembradas, pela população, como enfadonhos “templos do saber”.

-E é sempre o saber dos outros – afirma.

A ideia, hoje, é que sejam vistas como lugares de produção de conhecimento – e onde seja possível ter prazer. No caso da BSP, essa renovação significou transformar o prédio, com mais de 4 mil metros quadrados, em um espaço de convivência atraente para a população local, que nem sempre está habituada a frequentar esses locais. […]

Leia a íntegra em: https://oglobo.globo.com/sociedade/finalista-de-premio-internacional-biblioteca-de-sao-paulo-quer-ser-espaco-de-convivencia-22505340#ixzz5AOVXMV12

%d blogueiros gostam disto: